Ícone do site A Pílula

Ordem e Progresso Para Quem?

Anúncios
Tenho minhas dúvidas… arte produzida no canva.com

Um Duplo Soneto da Farsa Brasileira

De além-mar, mui longe vieram
Velejando ao sabor dos ventos
A Farsa teve início em 1500
Por engano, foi o que expuseram.

Tais fatos nos são discrepantes.
Como esperam que acreditemos?
Pois no mesmo continente sabemos
que Colombo Pisou 8 anos antes.

“Coincidência” não devia ser o Norte.
Alguma coisa tinham em mente.
Como que arquitetando a própria sorte.

Então contaram ao tolo que sorriu
e seguiu tagarelando em frente
acreditando piamente no que ouviu.

Com isso mancomunaram uma nação
do que era um mundo inteiro até então
Impondo os “jeitinhos” e as manias
que hoje a nós remetem em suas acusações frias.

E tudo nos foi tirado para sermos o que fomos,
hoje somos feitos de números, máquinas, animais
Por inescrupulosos interesses institucionais
Escravos destes que até hoje ainda somos.

Do homem Europeu que a tudo Estragaria
corrompendo o continente até então mais pueril
Poderes imundos que nos controlaram

Nada é nosso além do que delinearam.
E por nossa inteira História perduraria
esta farsa que eles chamaram de Brasil.

#poesia #prosa #critica #reflexao

Sair da versão mobile